domingo, 15 de outubro de 2017

15 de Outubro: Dia do professor

 Desenho representando Paulo Freire
Imagem capturada na Internet
Fonte: Wikipedia


Ser Professor hoje em dia...
Marli Vieira de Oliveira da Silva
 
O trabalho é árduo...

Pois envolve estudo, pesquisa, planejamento, aulas teóricas, às vezes, aulas experimentais ou audiovisuais, a aplicação e correção de exercícios de fixação, provas, trabalhos e/ou testes, bem como observações diárias.
 
Na prática, no dia a dia, as condições físicas nem sempre são satisfatórias...

Salas superlotadas, falta de material didático e de equipamentos eletrônicos como estratégia de ensino, ausência de Orientador Educacional, falta de ventiladores nas salas de aula ou lâmpadas suficientes, capazes de oferecer a luminosidade adequada.
 
Alguns conflitos existentes no ambiente escolar são recorrentes e se justificam... 
 
Pela indisciplina de alguns alunos, o desrespeito com o professor, com os colegas e outros funcionários da escola, a prática de Bullying e as diversas formas de violência manifestadas.
 
Os resultados negativos do desempenho escolar de muitos alunos refletem...
 
O não compromisso com o seu processo educativo, a não realização das atividades pedagógicas e dos trabalhos bimestrais, das conversas paralelas nos momentos das explicações, o uso de celular de forma indevida na sala de aula, a ausência de muitos responsáveis no acompanhamento escolar de seus filhos, bem como aspectos internos da escola (pedagógicos ou estruturais).
 
O desânimo em muitos profissionais de Educação resultam...
 
Da não valorização dos profissionais do magistério, do desinteresse geral dos alunos e dos aspectos acima relacionados, conjuntamente.
 
A escola pública perdeu muito o seu status de espaço institucional e social de excelência devido...
 
O não acompanhamento simultâneo às inovações tecnológicas, a concorrência com habilidades que exigem mais o fazer mecânico, a permanência de aulas tradicionais, tão ineficientes e a falta de comprometimento de muitos (em todos os segmentos da Comunidade Escolar).
 
Por tudo isso, tanto os professores quanto os alunos passam e são submetidos, anualmente. Mas, na relação “professor versus aluno” há algo que não é capaz de ser removido do pensamento do professor... A convicção de que o caminho para o desenvolvimento pleno do indivíduo perpassa pela Educação.
 
E é por acreditar nisso que a maioria dos professores não desiste, mesmo no enfrentamento de todo esse quadro caótico de trabalho.
 
Por acreditar em sua missão e no caminho que eles escolheram, tanto para si mesmos quanto a conduzir os alunos, sabendo que os passos de ambos estarão juntos somente até certo ponto.
 
Professor não desiste de sua missão porque se ele desistir não haverá mais nada em acreditar.
 
Parabéns a todos os professores que acreditam e abraçam a Educação com uma grande missão de vida!

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Catalunha sob uma conjuntura de incertezas acerca do seu processo Independência

O presidente Carles Puigdemont em discurso no
Parlamento Catalão
Imagem capturada na Internet
Fonte: El País (Foto de David Ramos/Getty Images)


Voltando à questão da Catalunha...
 
Apesar do próprio presidente da Generalitat (governo regional da Catalunha), Carles Puigdemont, apontar que o dia 1º de outubro de 2017 representa um marco histórico para Catalunha em razão do resultado do referendo realizado neste dia (domingo retrasado), quando a maioria dos eleitores catalães (cerca de 90%) votou a favor de sua independência em relação à Espanha, o curso desse processo ainda se mantém indefinido.
 
Ontem, o referido presidente catalão – em discurso no Parlamento – além de pronunciar sobre o resultado favorável das urnas e, consequentemente, da condição de um Estado independente à Catalunha, ele expressou a intenção de estabelecer um diálogo com o governo espanhol.
 
O que para muitos, inclusive, para o governo da Espanha gerou muitas incertezas, tendo em vista que o discurso de Carles Puigdemont – a princípio – não deixou claro a declaração de independência da região. E, para confundir mais ainda e aumentar a sua ambiguidade, após o seu pronunciamento, o referido presidente e mais os deputados catalães, favoráveis à separação (maioria no Parlamento) assinaram um documento em que formalizaram a sua independência.
 
Contudo, de acordo com um porta-voz do governo catalão, essa declaração foi apenas um “ato simbólico”.
 
Independentemente de suas reais intenções, o governo espanhol está exigindo maior clareza quanto ao posicionamento político do presidente da Generalitat, justamente, para poder tomar as medidas cabíveis às circunstâncias configuradas entre ambas as partes: Madri versus Catalunha.
 
Segundo o governo espanhol, o referendo que ocorreu no dia 1º de outubro foi ilegal, ou seja, inconstitucional, além disso este afirma que a própria população catalã se encontra dividida quanto ao movimento separatista. As urnas e a manifestação popular nas ruas expressaram muito bem isso. O número de eleitores catalães que foram às urnas, votar a favor ou contra à separação da região da Espanha, foi na ordem de apenas 43% do seu eleitorado, ou seja, compareceram aos postos de votação menos da metade dos eleitores.   
 
E, ainda, mediante à declaração oficial da independência da Catalunha, o governo central espanhol – com base no Artigo 155 da própria Constituição do país – poderá suspender a autonomia política da Catalunha e assumir também o controle da região.
 
E, na hipótese do presidente Carles Puigdemont não responder a essa requisição, o governo espanhol (junto com o Senado) poderá fazer valer o cumprimento da lei à revelia do governo catalão.

Como se pode ver o futuro das relações entre a Catalunha e a Espanha. De um lado, a perspectiva da Catalunha em se tornar uma República, acatando as aspirações da maioria dos votantes do referendo (90% dos eleitores) e, por outro lado, a não aceitação por parte do governo central espanhol sobre a legalidade do referendo, das possibilidades tanto de independência da região do resto do país quanto de negociar algo nesse sentido.  
 
Tudo ainda é incerto, inclusive, se vai haver ou não interdição do governo central na Catalunha... O que se sabe, apenas, que é certo o agravamento da crise política entre ambas as partes.

domingo, 1 de outubro de 2017

I Campanha da Solidariedade 2017: Entrega dos Donativos

 Logotipo da Campanha da Solidariedade
Desenho de Kalina Matias


Mesmo estando atrasada com a publicação a respeito da entrega dos donativos da I Campanha da Solidariedade, deste ano, da E. M. Dilermando Cruz, eu não deixaria de comentar e publicar acerca da mesma, neste espaço.
 
A entrega dos donativos às duas Instituições beneficiadas  - Hospital Mário Kröeff (Penha Circular) e Casa de Apoio à Criança com Câncer - São Vicente de Paulo (Irajá) foi feita no dia 20 de setembro.
 
Como é feito, convencionalmente, houve um sorteio entre os alunos da Turma, pois a grande maioria não pode participar desta etapa (entrega dos donativos) em razão da falta de transporte coletivo, capaz de levar a todos. Foram apenas dois carros particulares. E, embora, o número de alunos envolvidos fossem apenas 7 (sete), duas alunas não compareceram devido a problemas particulares.
 
Se houvesse tempo, eu poderia convocar outros alunos para substituí-las, mas não houve tempo ágil para isso.
 
No dia anterior, ou seja, na terça-feira (19/09), além de realizarmos a última triagem nos donativos arrecadados (ver a validade e/ou possíveis violações nos produtos), separamos os donativos para ambas, as Instituições. Para cumprir essa última tarefa contamos, ainda, com a ajuda e apoio do  ex-aluno da turma - Mikael Silva Sousa - que passou a estudar à tarde.
 

 
  Da esquerda para direita,
Ana Carolina Amorim, Giovanna Fernandes,
Thaís da Silva, Carla Cristina Amorim,
Ingrid Maria Pessoa e Maria Eduarda soares
 


  O grupo de alunas e o ex-aluno da turma, 
Mikael Silva Sousa
 
No dia seguinte, fizemos a entrega. Eu e as alunas Ingrid Maria Pessoa França e Nicoly Rocha dos Santos fomos ao Hospital Mário Kröeff, enquanto a ex-Professora da escola Sueli Vieira (minha irmã) e as alunas Ana Carolina Amorim, Carla Cristina Amorim e Thaís Romualdo da Silva foram para a Casa de Apoio.
 
Como os documentos entregue em ambas, as Instituições, foram digitados anteriormente, em cada um deles consta o nome das alunas que não foram, pois não tive tempo de retificá-los e redigi-los novamente.
 
Infelizmente, nesta I Campanha de 2017, não alcançamos nenhuma meta estabelecida, nem quanto à gelatina e nem quanto ao leite em pó. Mas, esperamos que a segunda arrecadação, agendada para o final do ano, seja melhor e todos possam contribuir.
 
Não podemos esquecer que a crise econômica do país e, sobretudo, do nosso estado afetou muita gente, refletindo direta e/ou indiretamente no quantitativo arrecadado...
 
Ao todo recebemos da Comunidade Escolar:
 
- 521 Unidades de Gelatina em pó (entre essas, 04 de sabores diferentes e 02 Diets);
- 49 Unidades de Leite em Pó;
- 02 Sacos de Cereal de Milho.
 
Muitos devem estranhar o fato da distribuição não ter sido igualitária entre ambas, as Instituições beneficiadas, tal como fica explícito nos documentos abaixo, mas eu explico...
 
Toda gelatina de coloração diferenciada à cor vermelha ou roxa (sabores morango, uva, cereja, framboesa e frutas vermelhas), como no caso das gelatinas de limão, abacaxi, maracujá e outras são destinadas à Casa de Apoio à Criança com Câncer, pois os responsáveis se encontram alojados nas dependências desta e podem comer gelatinas desses sabores (a coloração destes pode dar alergia às crianças em tratamento). Assim, como fazemos também em relação às gelatinas Diets.
 
O mesmo é justificável em relação a outros gêneros alimentícios, como Cereal de Milho e outros, cujo quantitativo além de ser reduzido, não atende ao ambiente hospitalar (Hospital Mário Kröeff).
 
Até o final do ano passado, ambas Instituições recebiam brinquedos novos e/ou usados, os quais eram doados pelos professores e, também, comprados com o dinheiro arrecadado por nós, da turma (eu e os alunos). No entanto, ao entregarmos a arrecadação da II Campanha da Solidariedade do ano passado (dezembro) fomos informados que o Hospital Mário Kröeff não mais atende crianças. Daí, direcionarmos toda a compra para a Casa de Apoio.
 
Arrecadamos o montante de R$ 40,00 entre os alunos e acrescentei a minha parte na hora de comprar os brinquedos. Como já mencionei, em postagem anterior, os brinquedos foram comprados no SAARA (Sociedade de Amigos das Adjacências da Rua da Alfândega), no dia 09/09 (sábado).
 
As notas de compra foram publicadas, neste espaço, no dia 17/09. O dinheiro que recebemos posteriormente, de dois alunos, eu acrescentei para comprar o segundo pacote do cereal de Milho e uma gelatina.
 
Missão cumprida mais uma vez! Quero aproveitar para agradecer à Comunidade Escolar que, mais uma vez, se mostrou solidária à Campanha! E, também, a todos os alunos da Turma 1701 que se empenharam, de alguma forma, a participar das etapas do projeto, ajudando nas diferentes tarefas pertinentes a este.
 
 HOSPITAL MÁRIO KRÖEFF
Rua Magé n° 326 - Penha Circular, Rio de Janeiro/RJ
 
 

 
 
 
CASA DE APOIO À CRIANÇA COM CÂNCER - SÃO VICENTE DE PAULO
Estrada do Colégio, n° 1.185 - Irajá, Rio de Janeiro/RJ
 
 



 
 

Mês de Outubro: Datas Comemorativas

11/10: Dia do Deficiente Físico
Imagem capturada na Internet
 
 

OUTUBRO

 1º. Dia Internacional da Terceira Idade (Dia do Idoso)
       Dia de Santa Terezinha
       Dia do Vendedor 
       Dia Nacional do Vereador
 
02. Dia do Anjo da Guarda
        Dia Internacional da Não Violência
 
03. Dia Mundial do Dentista
        Dia do Petróleo Brasileiro 
        Dia das Abelhas
 
04. Dia da Natureza
        Dia do Barman
        Dia do Cão 
        Dia do Poeta 
        Dia de São Francisco de Assis
        Dia Mundial dos Animais
 
05. Dia das Aves
        Dia Mundial do Professor
        Dia da Micro e da Pequena Empresa
 
06. Dia do Prefeito
        Dia Nacional do Doador de Medula Óssea
        Dia do Tecnólogo   
        Dia Nacional do Circulista
 
07. Dia do Compositor
 
08. Dia do Nordestino
        Dia do Direito à Vida
        Dia do Asfaltador
 
09. Dia do Analista de Suporte
       Dia do Atletismo
       Dia Mundial dos Correios
       Dia do Açougueiro
 
10. Dia Mundial do Lions Clube
       Dia Mundial Contra Pena de Morte
       Dia do Empresário Brasileiro
       Dia Mundial da Saúde Mental  
 
11. Dia do Deficiente Físico
 
12. Dia de Nossa Senhora da Aparecida do Norte (Padroeira do Brasil)
        Dia da Criança
        Dia do Atletismo
        Dia do Engenheiro Agrônomo
        Dia do Mar
        Dia do Descobrimento da América (1492)
        Dia do Corretor de Seguros
        Dia Nacional da Leitura
 
13. Dia do Terapeuta Ocupacional
        Dia do Fisioterapeuta
 
14. Dia Nacional da Pecuária
 
15. Dia do Professor
       Dia do Normalista
 
16. Dia Mundial da Alimentação
       Dia da Ciência e Tecnologia
       Dia do Anestesiologista
 
17. Dia Internacional para Erradicação da Pobreza
       Dia da Indústria Aeronáutica Brasileira
       Dia do Eletricista
 
18. Dia do Médico
       Dia do Estivador
       Dia do Securitário
       Dia do Pintor
 
19. Dia do Profissional da Informática
 
20. Dia Internacional do Controlador de Tráfego Aéreo
        Dia do Arquivista
 
21. Dia do Contato
       Dia Nacional do Economista Doméstico
 
22. Dia do Enólogo
       Dia do Paraquedista
       Dia do Protesto Mundial contra o Uso de Eletrochoque
       Dia Internacional da Atenção à Cegueira
       Dia Internacional do Radioamador
 
23. Dia da Aviação e do Aviador
        Dia da Força Aérea Brasileira
 
24. Dia das Nações Unidas (ONU)
 
25. Dia Internacional Contra a Exploração da Mulher
       Dia da Democracia
       Dia do Dentista Brasileiro
       Dia do Sapateiro 
       Dia do Centenário da Revolução Russa
      (de acordo com o calendário juliano, a referida data marca 
        a insurreição dos bolcheviques contra o governo provisório)
 
26. Dia da Cruz Vermelha
       Dia do Trabalhador da Construção Civil
 
27. Dia Mundial do Patrimônio Audiovisual
 
28. Dia do Funcionário Público
 
29. Dia Nacional do Livro
 
30. Dia do Balconista
        Dia do Comerciário
        Dia do Fisiculturista
 
31. Dia Mundial do Comissário de Voo
       Dia das Bruxas (Halloween)
       Dia da Reforma Luterana

 

sábado, 30 de setembro de 2017

De olho nos fatos: Movimento Separatista entre Catalunha e Espanha

 
Catalunha
Imagem capturada na Internet
 
Não é de hoje que os nacionalistas catalães demonstram interesse na emancipação da Catalunha, comunidade autônoma da Espanha, a fim de torná-la um país independente. Na verdade, esse embate é antigo e envolve vários fatores intrínsecos, muitos quais não se sustentam por serem inverdades, segundo alguns especialistas.
 
Verdadeiras ou falsas, uma coisa é certa, esse embate acerca do movimento separatista da Catalunha e o posicionamento político contrário do Governo espanhol vêm alimentando intensamente a crise e o estado de tensão política entre ambas as partes, ainda mais, porque amanhã (1° de outubro) será realizado um referendo para consultar à população local sobre a independência da Catalunha.
 
De acordo com o historiador catalão, Joan Baptista Culla, o movimento separatista atual se fundamenta, sobretudo, por fatos mais recentes, acometidos nos últimos sete ou oitos anos, como por exemplo, em 2010, quando o Tribunal Constitucional da Espanha anulou uma parte-chave do novo Estatuto de Autonomia da Catalunha, que concedia a categoria de "nação" à região.
 
Embora, o referendo esteja marcado para amanhã, o governo espanhol afirma que o mesmo é ilegal perante a Constituição do país e que este não irá acontecer, tal como almejam os nacionalistas catalães. As tensões tendem a aumentar no início deste domingo...
 
O Generalitat, como é chamado o governo regional da Catalunha, ignorou os argumentos apresentados pelo Governo espanhol acerca da inconstitucionalidade do referendo e continuou apoiando e mobilizando a sociedade a ir às urnas, neste domingo.
 
Ademais, os catalães, ocupando a maior parte das cadeiras no Parlamento, desde 2015, aprovaram duas leis para proteger o referendo e estabeleceu uma série de procedimentos a serem seguidos até a independência.
 
No entanto, o governo espanhol já o advertiu que medidas judiciais contra a realização do referendo serão tomadas a fim de impedir que a população catalã vá às urnas.
 
De acordo com uma pesquisa realizada pelo próprio governo catalão, em junho deste ano, a sociedade catalã se mostra muito dividida, indicando que 49% da população eram contrários à sua independência e 41% a favor.
 
Catalunha é uma comunidade autônoma da Espanha, localizada a nordeste da Península Ibérica. Sua capital é Barcelona.
 
  Localização da Catalunha na Espanha
Imagem capturada na Internet
 
Sua área territorial é de aproximadamente 32.000 km² e esta faz limites com a França e Andorra, ao Norte; com a Comunidade Valenciana, ao Sul; o mar Mediterrâneo, a leste e, com Aragão, a oeste.
 
Se o referendo for realmente realizado e considerado legal, seu resultado favorável à separação, ou seja, à independência da Catalunha implicará riscos para ambos os lados, no entanto, mais para o lado da Catalunha.
 
Principalmente riscos políticos e econômicos, sem esquecer que o famoso futebol espanhol também será afetado, pois o Barcelona não poderá participar mais do Torneio Nacional da Espanha e nem da Liga dos Campeões.
 
Além da questão de sua ruptura com a União Europeia (bloco econômico) há a preocupação de que o mesmo venha incitar o desencadeamento de movimentos semelhantes a outras regiões, que almejam ter os seus próprios territórios emancipados, como o País Basco, a Irlanda do Norte, Escócia, Flandres etc. 
 
A apreensão do governo espanhol, em termos econômicos, também tem fundamento, uma vez que a Catalunha responde por um 1/5 (cerca de 19%) do PIB espanhol e, a sua separação implicará em perdas significativas à Espanha e a um agravamento à crise econômica que o país atravessa, assim como outros da chamada Zona do Euro.
 
Vamos aguardar para ver!
 
Para maior aprofundamento à matéria, recomendo "Dez Mitos sobre a Independência da Catalunha" - El País
 
Fontes de Consulta