domingo, 26 de julho de 2009

26 de julho: Dia das Avós e dos Avós

Imagem capturada da Internet


Hoje se comemora o Dia da Avó ou, melhor, o Dia dos Avós. Na verdade, quando se fala em Avó, a referência diz respeito às comemorações ao Dia de Sant’Ana, que é hoje, a Mãe de Maria e, consequnetemente, a Avó de Jesus.

Quando nos referimos à data como o Dia dos Avós, nos remetemos não só à Sant'Ana, como também a São Joaquim, os avós de Jesus, considerados os padroeiros dos avós.

Apesar do seu sentido religioso, a data vem sendo - a cada ano - adquirindo um significado material, comercial.

Não resta dúvida que nada comparável aos Dias das mães, dos pais e/ou das crianças, mas já se encontra atrelado a este sentido exploratório.

Em postagem do ano passado (vide categorias), eu menciono sobre a vida de Sant'Ana. Como estou de passagem em casa, visto que estou na residência de minha mãe desde ontem, optei por não postar novamente e, apenas, sugerir a leitura para quem deseja se aprofundar mais sobre a real razão da escolha da data como o Dia da Avó e/ou dos avós.

Nesta mesma postagem, eu destaquei a diferença existente entre os papéis exercidos pelas avós, podendo se estender aos avós.

É bastante comum, ouvirmos que os avós não têm nenhum compromisso em educar e, por isso, deixam os netos aprontarem literalmente. Tem quem diga que o papel dos avós é deseducar.

A minha opinião continua a mesma, eu discordo - em parte - pois conheço muitos avós que não pertencem a este grupo, pelo contrário!

E foi por esta situação, que eu os classifico em dois tipos: os "avós-avós” e os “avós-educadores”.

Se fossemos seguir o conceito que domina o pensamento da grande maioria, os avós verdadeiros (avós-avós) seriam aqueles que "estragam" toda a educação que os pais ensinam. São aqueles que mimam e deixam os netos fazerem o que quiser em casa.

Enquanto, os “avós-educadores”, embora não deixem de paparicar, sabem intervir no momento certo de forma a educá-los corretamente.

Não importa a qual tipo os avós pertençam, pois hoje o dia é dedicado a eles. E, por esta razão, parabenizo a todos e, em especial, a minha mãe (Edith Fontes), a minha sogra (Severina Alexandre) e o meu sogro (José Francisco), que exercem os papéis de "avós educadores".

Desejo a todos os avós, um dia bastante especial, em família, cheio de Paz, Amor e União. E, mais do que nunca, respeito pelos anos vividos, pela responsabilidade exercida como pais e avós e, sobretudo, pela importância dos mesmos no seio de uma família.

6 comentários:

jheniiffer disse...

aa minha vo e e avo-avo e minha bisa-avo e avo-educadores!! Amo muitoo elas sem elas nem sei como seriaa a minhaa vida!!

Marli Vieira disse...

Que bom que você, Jheniffer, pode contar com as duas. Tenha bastante paciência e demonstre sempre o seu amor a elas.

Tamiris Neves *--* disse...

Ai professora, o dia dos avós é uma data meia triste pra mim sabe .. Eu nem cheguei a conhecer minha avó paterna, e meu avô materno faleceu quando eu era bem pequena e meu avô paterno faleceu em 2002 :\'
Mais felizmente eu tenho minha avó partena e minha avó materna, e quando eu posso visitar, é muito bom, fico o máximo de tempo perto delas. Eu gosto muito delas :D

Marli Vieira disse...

Que bom que você, pelo menos, tem duas para poder curtir o dia e comemorar.

Beijos

Tamiris Neves *--* disse...

Mais nem dá professora, elas moram longe.
As duas, e TODA A MINHA FAMÍLIA moram na Paraíba :\'

Marli Vieira disse...

Mas, você pode curtir de longe, só pelo fato de saber que elas estão vivas. Fale ao telefone, mande uma mensagem por e-mail ou até uma correspondência normal.

O importante é comemorar a vida! E, neste caso, de suas avós.