quinta-feira, 16 de julho de 2009

Gripe H1N1: 11 vítimas fatais no Brasil

As notícias não são nada boas em termos da Gripe N1H1 no Brasil; primeiro, porque o número de vítimas fatais no país subiu para 11 (onze), sendo sete no Rio Grande do Sul, três em São Paulo e uma no Rio de Janeiro.

A primeira em nosso estado e no município (Rio de Janeiro); segundo, o Brasil passou a ser considerado país com transmissão sustentada do vírus, isto é, o Brasil apresenta circulação livre do vírus no território nacional e não apenas nos casos da pessoa ter viajado para o exterior ou que tiveram contato com pessoas que viajaram para países com registros da doença.

O próprio minsitro da Saúde, José Gomes Temporão, confirmou este quadro em entrevista coletiva.

De acordo com os especialistas, em artigo publicado na Revista Nature, a diferença entre o vírus da gripe comum e a H1N1 é que se esta, última, não for tratada rapidamente e de maneira adequada, o pulmão é afetado gravemente.

Entretanto, uma esperança ainda existe e veio com as palavras de uma especialista da Organização Mundial da Saúde (OMS), que assegurou que até o início de setembro deverá estar disponíveis as primeiras doses de uma vacina contra a gripe H1N1.

Contudo, Marie-Paule Kieny, diretora da Iniciativa da OMS para a Pesquisa de Vacinas, ressaltou que o tempo necessário para levar a imunização a todos os países dependerá de licenciamento local e da eficiência de cada tratamento.

Fontes de Consulta:

. Correio Braziliense

. estadao.com.br

. globo.com

Nenhum comentário: